Gestão de Resíduos Urbanos

A EMARVR é responsável pela Gestão de resíduos sólidos urbanos, RU, no Concelho de Vila Real desde 2004. Essa gestão abrange a colocação de contentores para deposição de RU e a sua recolha, cujo serviço está adjudicado a uma empresa privada, e ainda o transporte a destino final de resíduos urbanos indiferenciados. O local de destino destes resíduos é o Aterro, localizado na Freguesia de Andrães, Vila Real, gerido, por concessão do Estado Português, pela empresa Resinorte.

No quadro e gráfico abaixo indicados encontra-se a quantidade de resíduos recolhidos, mensal e anualmente, ao longo dos últimos anos.

AnoJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezTOTAL
2015 1.409,10 1.283,74 1.476,98 1.470,24 1.493,14 1.583,18 1.750,68 1.811,07 1.619,18 1.600,56 1.484,90 1.541,74 18.524,51
2016 1.510,88 1.423,04 1.490,12 1.494,98 1.488,30 1.561,56 1.622,54 1.890,08 1.585,20 1.524,02 1.455,68 1.497,04 18.543,44


A gestão da recolha seletiva está concessionada pelo Estado Português desde 2009, à empresa Resinorte. A quantidade de resíduos seletivos recolhidos e entregues para reciclagem encontra-se na tabela e gráficos seguintes.

AnoJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezTOTAL
2.015 97,90 96,48 80,80 84,53 100,89 101,90 115,62 116,68 110,28 84,54 87,53 91,16 18.524,51
2.016 88,69 84,65 94,98 98,36 94,25 109,77 107,75 152,17 114,20 115,49 82,44 109,76 18.543,44


Podemos verificar que na generalidade a quantidade de resíduos nos últimos anos tem vindo a diminuir, à semelhança do que acontece nos restantes municípios do país. Esta diminuição deve-se à quebra do consumo da população, fruto da conjetura económica.

Para além das recolhas indiferenciada e seletiva referidas, a EMARVR também tem estruturada a recolha de objecto domésticos fora de uso, vulgarmente designados por “Monstros”, em todo o Concelho de Vila Real. Na zona urbana esta recolha é feita na primeira segunda-feira útil de cada mês. Nas restantes zonas é efetuada de acordo com a tabela do ficheiro anexo.

A EMARVR tem ainda instalados 6 oleões em Juntas de Freguesia, 6 em eco escolas e 1 nas oficinas da EMARVR para recolha de óleos alimentares usados, estando, nesta data, a providenciar o reforço destas unidades de recolha.

NOVO SERVIÇO DISPONÍVEL: GESTÃO DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO

Ecocentro Resinorte

O Município de Vila Real, através da sua empresa municipal, EMARVR, põe à disposição dos seus munícipes um novo serviço: Gestão de Resíduos de Construção e Demolição (RCD).

O objetivo principal deste serviço é o de auxiliar os cidadãos de Vila Real a encaminhar correta e legalmente os RCD’s, provenientes de obras particulares isentas de licença e também todos os outros que tenham necessidade de se desfazer deste tipo de resíduos, atribuindo um grau mais elevado de corresponsabilização, essencial para uma gestão sustentável.

Assim, a EMARVR disponibiliza dois tipos de serviços:

 

  1. RCD’S INERTES ORIUNDOS DAS OBRAS PARTICULARES ISENTAS DE LICENÇA, até 3100 kg por produtor e por obra:

A deposição é  feita no Ecocentro/ Aterro da Resinorte, (ver mapa supra).

Requisitos para a deposição:

  • Residir no Concelho. Situação comprovável através de cópia da última fatura da EMARVR, a qual deverá de ser entregue no Ecocentro no momento de deposição de RCD;
  • Efetuar o pagamento por deposição: 3,0€/ton, dando cumprimento ao Regulamento da EMARVR e ao Principio do poluidor- pagador;
  • Apresentar a seguinte comunicação, 182.00 Comunicação de RCD, disponível em anexo para download. A referida comunicação também estará disponível no local de deposição e no balcão de atendimento da EMARVR.

 

  1. RCD’S INERTES ORIUNDOS DAS OBRAS PARTICULARES ISENTAS DE LICENÇA, acima dos 3100 kg por produtor:

Este serviço deverá ser requisitado no balcão de atendimento da EMARVR, através do Mod.183.00 Pedido de Recolha de RCD.docx, devidamente preenchido, disponível em anexo para download.

  • Preço para a prestação do serviço é de 270 €/carga/mês

Neste tipo de serviço, a EMARVR põe à disposição dos munícipes/empresas uma prestação de serviço que inclui a colocação de um contentor de obras, a sua recolha, transporte e entrega em destino final.