Perguntas Frequentes

Como se lê um contador?

Dispomos de diferentes tipos de contadores, contudo devem ser apenas considerados os números com o fundo de cor preta (devem ser desprezados os números a vermelho) 

Leitura_contador

Quando é que a EMARVR lê o contador?

Os contadores são lidos pela EMAR de 2 em 2 meses. No caso do contador não ser lido há mais de 6 meses pela EMAR contacte-nos através do site EMAR ou da Linha de Comunicação de Leituras, no sentido de se agendar visita ao local.

Como posso comunicar a leitura do contador?

Temos à sua disposição os seguintes meios:

  • Através do site da EMAR, registo de clientes (Brevemente)
  • Linha de Comunicação de Leituras | 259 330 809
  • No Serviços Comerciais da EMARVR
O que é necessário para celebrar um Contrato de Fornecimento de Água?

Cliente Doméstico:

Proprietário:

  • Escritura de compra e venda ou caderneta predial atualizada ou contrato promessa compra e venda (com transmissão de posse);
  • Cartão de Cidadão.

Arrendatário:

  • Contrato de Arrendamento;
  • Cartão de Cidadão.

Cliente não Doméstico:

Proprietário:

  • Escritura de compra e venda ou caderneta predial atualizada ou contrato promessa compra e venda (com transmissão de posse);
  • Constituição da Sociedade (comprovada pela certidão do registo comercial);
  • Cartão de contribuinte da empresa (alternativamente a certidão permanente da empresa poderá substituir toda a documentação relacionada com a empresa);
  • Cartão de Cidadão do subscritor do contrato.

Arrendatário:

  • Contrato de Arrendamento ou contrato de promessa de arrendamento;
  • Contrato de Trespasse ou contrato de promessa de trespasse;
  • Constituição da Sociedade (comprovada pela certidão do registo comercial);
  • Cartão de contribuinte da empresa (alternativamente a certidão permanente da empresa poderá substituir toda a documentação relacionada com a empresa);
  • Cartão de Cidadão do subscritor do contrato.

Contrato de Obras:

  • Bilhete de Identidade do Signatário do contrato (pessoa singular);
  • Cartão de Cidadão;
  • Licença de Obras – Construção ou no caso de sub-empreitada;
  • Comunicação da adjudicação;
  • Tratando-se de firma deverá o seu representante ser portador de credencial;
  • Caso o titular seja empresa deverá apresentar contribuinte da empresa e registo comercial.
O QUE DEVO FAZER PARA RESCINDIR UM CONTRATO DE FORNECIMENTO DE ÁGUA?

Deve comunicar à EMAR a intenção de rescindir o contrato, podendo efetuar a rescisão através de mail, nos serviços comerciais da EMAR, por carta ou fax, sendo necessário indicar:

  • Nome e Número de Cliente
  • Local de Consumo em que pretende rescindir o contrato
  • Motivo da rescisão de contrato
  • Leitura do contador
  • Morada para envio da última Fatura da Água
O que é uma fatura da água?

A Fatura da Água é o documento resultante do débito dos consumos, podendo ser uma fatura ou uma nota de crédito, no caso de existirem valores a devolver pela EMAR. A Fatura da Água inclui também a Conta Cliente, a qual engloba os documentos por regularizar  à data da sua emissão.

Qual é o tarifário em vigor?
Como é faturado o Consumo da Água, Utilização de Saneamento e Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos?

O consumo de água é faturado com base na leitura do contador. No caso de ausência de leitura, o consumo é faturado por estimativa. A utilização de saneamento e recolha de resíduos sólidos urbanos são faturados com base nos consumos de água.

O que é uma Tarifa de Disponibilidade?

É um valor mensal calculado em função do calibre do contador instalado (15mm, 20mm, etc.) e do tipo de consumo (doméstico ou não doméstico, etc), que tem como propósito suportar os custos inerentes à disponibilidade de acesso ao fornecimento direto de água, utilização de saneamento e recolha de resíduos sólidos. Ou seja, este valor destina-se a compensar a EMAR pelos custos relativos à construção, manutenção e ampliação das infraestruturas necessárias à prestação dos serviços.

Como posso pagar uma fatura da água?

Temos ao seu dispor diversas modalidades de pagamento da sua Fatura da Água, designadamente, Débito Direto, Multibanco, agentes PayShop, estações dos CTT, cheque e nos Serviços Comerciais da EMAR.

Como posso aderir ao Débito Direto – SEPA?

Pode aderir através de:

  • Do Email geral@emar-vr.com, indicando o número de cliente, local de consumo, NIB, IBAN e código Swift da conta bancária.
  • Nos serviços comerciais da EMAR, fazendo-se acompanhar dos mesmos dados em formato papel.
A minha máquina de lavar recomenda-me saber a dureza da minha água?

A água contém naturalmente vários sais minerais provenientes por exemplo, da dissolução do solo percorrido pela água desde os lençóis freáticos. Na sua grande maioria, estes minerais não comprometem o uso doméstico da água, excepto quando se tratar de grandes concentrações de sais de cálcio e magnésio caso em que podem formar sais insolúveis que dificultam ou até impedem a formação de espumas, diminuindo a eficácia de detergentes e sabões. Em casos extremos, podem inclusivamente provocar incrustações e entupimentos das canalizações. Não constitui um risco para a saúde humana mas pode eventualmente reduzir a durabilidade dos equipamentos e das canalizações.

As águas ricas em sais de cálcio e magnésio dizem-se “duras”. As águas com pequenas quantidades desses sais são designadas de “macias”, como aliás costuma ser o caso para as águas do Norte do País e nomeadamente no Concelho de Vila Real. Os valores da dureza da água variam conforme o local mas podemos deixar aqui como indicação que no último relatório anual (2010) da Qualidade da Água servida por esta empresa, nas 35 determinações efectuadas ao longo do ano, o valor médio (apresentado em várias unidades de medida) foi:

16 mg/L CaCO3 = 0,90 ºdH = 1,60 ºfH = 0,16 mmol/L = 1,12 ºClarke

E o valor máximo:

64 mg/L CaCO3 = 3,59 ºdH = 6,40 ºfH = 0,64 mmol/L = 4,49 ºClarke

Caso pretenda saber o último valor de dureza determinado na zona da sua residência, queira por favor enviar para controlo.qualidade@emar-vr.com um e-mail a solicitar o envio do valor da dureza não esquecendo de especificar a morada completa do seu ponto de consumo.

É normal se a água cheirar a cloro?

Chegam-nos por vezes queixas de que a água “cheira a cloro” ou que “cheira a lixívia”.

O cheiro característico da água da torneira deve-se à aplicação do desinfectante final, o cloro, que adicionamos no intuito de proteger a água de eventuais contaminações microbiológicas desde que a água sai da Estação de Tratamento até às casas dos consumidores.

O cloro é também o composto activo da lixívia, razão pela qual o cheiro poderá recordar o da lixívia. No entanto na água de consumo, este desinfectante é adicionado em reduzidas quantidades e apenas nas concentrações recomendadas pela Organização Mundial de Saúde. Procura-se que tenha quantidade suficiente para garantir a manutenção da qualidade microbiológica da água, tentando tanto quanto possível reduzir os efeitos na alteração no cheiro e no sabor. É natural que se sinta mais o cheiro a cloro nos primeiros instantes em que a água sai da torneira, quando há grandes variações na temperatura ambiente ou quando se tratar de água quente. Quando isso acontecer na água que pretendem beber, basta deixar repousar um pouco no copo ou mexer com uma colher por forma a acelerar a volatilização natural do cloro e o desaparecimento do cheiro e sabor.

É normal se a água estiver branca?

Para melhor responder a esta pergunta, pedimos que faça um teste simples: ponha água da torneira num copo alto de vidro transparente verifique se depois de repousar a água começa a aclarar de baixo para cima; poderá inclusivamente ouvir um ténue fervilhar. Se assim for, a situação é pontual e passageira e revela que a água tem ar dissolvido na água que rapidamente se liberta quando chega ao copo. A água está própria para consumo, não oferece qualquer perigo para a saúde.

É normal se a água chegar com cor, sabor ou cheiro invulgar?

A idade e o estado de conservação das canalizações e/ou a instalação de centrais hidropressoras e reservatórios intermédios dentro dos prédios (se existirem) podem alterar as características da água, concretamente, a cor, o sabor e o cheiro. Até a própria temperatura da água pode influenciar o seu sabor. Poderá facilmente comprovar que uma água que está fresca fica mais agradável ao paladar.