Área Técnica

A Área Técnica da EMARVR constitui a unidade orgânica de operação (Direção de Água, Esgotos e Resíduos Sólidos) e é responsável por assegurar os serviços em cinco áreas distintas:

1. Serviços de Operação e Exploração;

2. Serviços de Manutenção.

(Estes dois serviços são os vulgarmente designados por “oficinas da EMARVR”)

3. Serviços de Estudos, Projetos e Fiscalização;

4. Serviços de Controle de Qualidade, de Produção e Tratamento de Água e de Tratamento de Águas Residuais;

5. Gestão da Recolha de Resíduos Sólidos Urbanos (RU).

Aos Serviços de Operação e Exploração de infraestruturas cabe a responsabilidade pela conservação e reabilitação de infraestruturas de água e saneamento e ainda a gestão das redes de águas pluviais.

Os Serviços de Manutenção de infraestruturas são responsáveis pela manutenção de todos os equipamentos hidráulicos, eletromecânicos, elétricos e de automação da EMARVR.

Aos Serviços de Estudos, Projetos e Fiscalização cabe a responsabilidade de fiscalização e gestão de obras, preparação e verificação de processos de obras para concurso, realização de pequenos projetos de infraestruturas, apreciação de projetos de obras particulares e ainda o report da atividade da empresa às autoridades estatais competentes.

Aos Serviços de Controle de Qualidade, de Produção e Tratamento de Água e de Tratamento de Águas Residuais compete zelar pela qualidade da água produzida e fornecida pela EMARVR, pela qualidade das águas residuais tratadas nas ETAR’s da EMARVR e ainda pelos volumes de água entrados no sistema e de águas residuais afluentes às ETAR’s do concelho de Vila Real.

A responsabilidade pela gestão de resíduos urbanos compete ao serviço com o mesmo nome, o qual é também responsável por fazer cumprir o contrato em vigor para a recolha de RU e zelar pelo cumprimento das metas quantitativas de recolha de resíduos, tanto seletivos como depositados em aterro.

Projetos

A fim de estabelecer as ligações das redes prediais às redes públicas de distribuição de água e drenagem de águas residuais domésticas e pluviais do imóvel que pretende construir, deverá adotar os seguintes procedimentos gerais, que se encontram disponíveis para download no ficheiro Guia técnico para projetos particulares.pdf no final desta página:

Pedido de Informação Cadastral e Entrega do Projeto Predial

Ver ponto 3.1.1 do Guia técnico para projetos particulares

Ramais de Ligação para imóveis existentes

Ver ponto 3.1.2 do Guia técnico para projetos particulares

Contrato de fornecimento

Ver ponto 3.1.3 do Guia técnico para projetos particulares

A fim de estabelecer as ligações das infraestruturas do Loteamento que pretende construir às redes públicas de distribuição de água e drenagem de águas residuais domésticas e pluviais, deverá adotar os seguintes procedimentos gerais, que se encontram disponíveis para download no ficheiro Guia técnico para projetos de loteamentos.pdf no final desta página:

Pedido de Informação Cadastral

Ver ponto 3.1.1 do Guia técnico para projetos de loteamentos

Entrega de Projeto de Infraestruturas de Loteamento

Ver ponto 3.1.2 do Guia técnico para projetos loteamentos

Comunicação do Início das Obras

Ver ponto 3.1.3 do Guia técnico para projetos loteamentos

Acompanhamento de Execução de Obra

Ver ponto 3.1.4 do Guia técnico para projetos loteamentos

Vistoria para Receção Provisória

Ver ponto 3.1.5 do Guia técnico para projetos loteamentos

Ligações ao sistema público

Ver ponto 3.1.6 do Guia técnico para projetos loteamentos

As especificações técnicas de materiais e trabalhos apresentados, bem como os desenhos tipo, estão em permanente atualização. Poderá fazer o download dos ficheiros anexados no final desta página.

Especificação Técnica de Materiais – Redes de Água

Especificação Técnica de Materiais – Redes de Drenagem de Águas Residuais

Especificação Técnica de Materiais – Resíduos Urbanos

Especificações para Dimensionamento – Resíduos Urbanos

Índice de Especificações e Desenhos

Desenhos Tipo

Edifícios Existentes

Sempre que desejar requisitar ligações das redes prediais às redes públicas de distribuição de água e drenagem de águas residuais domésticas e pluviais de um edifício existente, quer sejam ramais novos, alterações ou substituições dos ramais existentes, deverá apresentar no balcão de atendimento geral os seguintes elementos:

1. Com projeto predial na EMARVR – não sendo necessário qualquer procedimento adicional (ver Guia técnico para projetos particulares.pdf ponto 3.1.1.2);

2. Sem projeto predial na EMARVR – sendo necessário a apresentação da planta de implantação a escala legível (1:1.000 ou superior) do imóvel, com a delimitação do terreno, indicando preferencialmente:

  • Localização pretendida para a caixa do contador e respetivo ramal de ligação à rede pública, tal como a indicação do material e o diâmetro do mesmo;
  • Localização pretendida para a caixa de ramal de águas residuais domésticas e pluviais, com indicação do respetivo diâmetro e material.